A importância da auto-estima nas crianças

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

auto-estimaA auto-estima está a ter cada vez maior protagonismo na vida das famílias, uma vez que a sua falta poderá levar a outro tipo de problemas como a timidez, depressão, anorexia, entre outras doenças.

Uma boa auto-estima faz com que uma pessoa tenha maior confiança em si mesmo e nas suas próprias capacidades, estando mais disposto a defender os seus princípios e valores. A saúde das crianças é algo que deve ser cuidado, em todas as suas vertentes, nomeadamente física, mental e emocional.

A auto-estima pode ser definida como a consciência que cada um tem do seu valor, de se valorizar a si próprio, das nossas responsabilidades, de gostarmos de nós mesmo e de nos aceitarmos tal como somos. A auto-estima reflecte um pouco de cada um de nós, não mostra a nossa forma de ser mas reflecte a nossa felicidade.

Uma pessoa com uma boa auto-estima é responsável, comunica com fluidez, sente-se competente, seguro e valioso. Enquanto uma criança com pouca auto-estima não confia em si mesma, sente-se inferior, comporta-se de maneira mais tímida, tem pouca criatividade e nalguns casos pode mesmo levá-la a mostrar alguma agressividade. Estar atentos às emoções das crianças e às suas atitudes para poder colaborar e alimentar a sua auto-estima é uma tarefa fundamental na sua educação, que não podemos ignorar.

Deixe o seu comentário