Os homens também engravidam

Detectámos que tem um Ad Blocker ativo.

As receitas provenientes da publicidade permitem-nos continuar a produzir artigos de qualidade. Considere desligar o Ad Blocker neste site. Obrigado pelo seu apoio.

Como são as mudanças que acontecem durante a gravidez? Será que a par das alterações do corpo da mãe também há alterações fisiológicas no pai? Primeiro que tudo há que ter consciência de que esta será a primeira grande etapa para ter um filho, enquanto casal. Quando o bebé nasce é muito importante que os pais estejam juntos, como deveriam também estar durante todo o processo da gestação, de forma a permitir que a criança tenha um registo sobre a forma como os seus pais encararam a gravidez, pois se foi fruto de um grande amor, isto ficará gravado inconscientemente na memória do bebé.

O facto do pai apenas acompanhar a gestação não significa que não interfira, uma vez que durante todo esse tempo as coisas que for fazendo durante a gravidez da companheira irão ter repercussões no desenvolvimento do bebé. Por exemplo como quando o pai beija a barriga da mãe, quando lhe canta, compra roupa ou quando tentam encontrar um nome.

O grande e belo compromisso da gravidez não é unicamente para a mulher, apenas porque ela carrega o bebé no seu corpo. Nessa etapa são sentidas mudanças no plano emocional e claro que a mulher estará mais segura com essas mudanças, não porque as sente fisicamente, mas porque deverá ter o apoio e companhia do companheiro.

O protagonismo não pertence ao pai, mas ele deve ser o encarregado do desenrolar da gravidez da companheira. Um pai que compreenda isto poderá desfrutar de uma nova etapa em família e por outro lado este bebé terá a possibilidade de começar a partir do zero de ser formado e educado como ser humano. Os homens que são sensíveis sensibilizam-se e claro, também choram.

Por tudo isto são necessárias duas pessoas para levar avante uma gravidez, uma fisicamente e o outro emocionalmente, ambos com a responsabilidade de criar a criança e de lhe dar muito amor.

Deixe o seu comentário