A relação entre os pais e os filhos após o divórcio

divorcioPassar por um divórcio é sempre um problema para qualquer um, mas após a tempestade também vem a bonança e é tempo de voltar a ter vontade de se poder divertir e ter uma boa relação com os seus filhos.

Poder organizar-se e instruir-se é muito bom para poder ter novamente tempo para uma relação intensa e feliz com os filhos.

Planifique com muita antecedência as suas obrigações laborais e sociais da semana para que possa passar tanto mais tempo quanto for possível com os seus filhos.

Nessa semana que vai estar com eles, tente planear o que vai fazer, como vão ser os passeios, para que eles esperem por si ansiosos e cheios de emoção para estar consigo e para que você se sinta mais livre para se ocupar deles.

Cumpra os horários e locais planeados para se encontrar com eles, tanto quando os vai buscar como quando os vai entregar, pois isso tanto pode angustiá-los como atemorizá-los.

Decida com o pai ou a mãe das crianças se os pode preparar convenientemente para as ocasiões especiais como por exemplo aniversários, feriados, festas familiares ou da escola.

Fixe quais são as actividades de que os seus filhos gostam e que você possa pagar sem grandes problemas.

Não intimide os seus filhos com ameaças quando eles fizerem algo que não lhe agrade, pois lembre-se que para os seus filhos você é o modelo a seguir e eles irão imitar todas as suas acções.

Se os seus filhos estão em idade escolar, colabore ajudando nas suas tarefas escolares e participando nas reuniões da escola. Ambos os pais podem apresentar-se e isso terá mais valor para o desenvolvimento da auto-estima da criança.

Dialogue com o pai (ou mãe) dos seus filhos de forma a definirem como irão ser distribuídos os cuidados e as responsabilidades para com eles.

Decidam quais as regras e cuidados que ambos devem ter para serem bons pais porque será algo que os irá unir por toda a eternidade e a sua maior recompensa será a felicidade dos seus filhos.

Um comentário

  1. Menezes Maio 17, 2013

Deixe o seu comentário