Como sei se o meu filho é hiperactivo?

hiperactivoA hiperactividade é um transtorno do comportamento, caracterizado por altos índices de impulsividade, pela falta de atenção e pela mobilidade constante.

Estas crianças estão constantemente em movimento mesmo quando não estão a fazer qualquer tipo de actividade e geralmente quando começam a fazer alguma coisa deixam-na rapidamente para ir fazer outra, que também fica inacabada.

Caracterizam-se por querer chamar a atenção, especialmente de pessoas que não vêem frequentemente, aumentando o seu nível de actividade. No entanto, quando estão sozinhos tendem a estar mais quietos. Possuem um espírito destrutivo e são difíceis de educar, tendo frequentemente baixo rendimento escolar apesar de na maioria dos casos terem um coeficiente de inteligência normal ou mesmo alto.

São crianças com um alto grau de impulsividade e baixa tolerância às frustrações, o que as torna teimosas e obstinadas, não parando até obterem o que querem, pelo que são muito insistentes e muito irritáveis e irritantes.

Antes dos dois anos estas crianças apresentam um défice no sono, acordando sobressaltados e irritando-se com os ruídos altos. Após os dois anos mostram pouca consciência perante o perigo, pelo que sofrem muitos acidentes, são desobedientes, têm problemas de adaptação social e dificuldade em cumprir regras. Na etapa escolar são impulsivos, têm tendência para ter más notas, têm problemas de atenção e de adaptação ao sistema escolar.

 

Como tratar as crianças hiperactivas?

O tratamento varia consoante cada caso. Recomenda-se tratamento à base de fármacos para a atenção e a concentração em vez de sedativos para acalmar o sistema nervoso.

O tratamento psicológico serve para melhorar o ambiente familiar e a atitude para com os outros, em conjunto com um tratamento cognitivo que se baseia na implementação de tarefas para destacar a sua capacidade de organização, melhorando também a sua linguagem interna.

Deixe o seu comentário