Como preparar a visita do seu filho ao dentista

visita ao dentistaUma visita ao dentista pode ser complicada para uma criança. Os cheiros, os instrumentos, os sons, bem como um adulto com uma máscara podem traumatizar uma criança. Quando tiver que escolher um dentista para o seu filho e prepará-lo para uma visita, pense nos pontos seguintes para tornar a visita o mais agradável possível.

 

Como escolher um dentista

Os dentistas para crianças ou dentistas pediátricos são especializados nos cuidados dos dentes de bebés, crianças e adolescentes. Têm mais formação para satisfazer as necessidades especiais destes grupos etários. Têm formação especial para fazer com que as crianças fiquem mais à vontade e podem ter consultórios especialmente desenhados para crianças. Seja como for, deve conhecer a resposta a estas perguntas para poder escolher o dentista certo:

  • Que experiência tem o dentista para lidar com crianças?
  • O consultório é apropriado para crianças? Por exemplo, tem desenhos feitos por crianças na parede, revistas para crianças na sala de espera e móveis mais pequenos? Talvez fosse boa ideia visitar o consultório para ver o seu aspecto.
  • O dentista faz um atendimento adequado à ocasião? Tem alguma coisa com ele para distrair a criança e deixá-lo mais à vontade? Por exemplo, o dentista tem uma mascara com ilustrações infantis em vez de uma mascara branca? Isso pode ajudar a criança a relaxar.
  • O dentista tem programas especiais para crianças? Participar num “Clube de crianças sem cáries” ou qualquer outro clube parecido pode tornar a visita mais divertida.
  • O dentista tem alguns brinquedos ou jogos para a criança se distrair?
  • O dentista permite que você esteja presente durante o tratamento? Isto pode ser importante para crianças pequenas. No entanto, crianças mais crescidas e adolescentes poderão preferir estar sozinhos.

A forma do dentista tratar os pacientes também é importante:

  • O que é que o dentista faz para deixar a criança mais descontraída? As técnicas que alguns dentistas utilizam incluem um jogo de “nomear-mostrar-fazer”, onde o dentista mostra e nomeia um instrumento, mostra como funciona, explica o que faz e depois utiliza-o com a criança. Alguns dentistas tratam crianças com a mesma idade ao mesmo tempo. Tratam ao mesmo tempo uma criança tímida ou assustada e outra criança mais acostumada a idas ao dentista.
  • Como é que o dentista começa o exame? Muitos dentistas começam por algo mais fácil, como por exemplo “vamos contar os teus dentes”, o que acaba por se transformar num jogo de adivinhas. O dentista também poderá pedir ao seu filho para fazer um desenho da sua boca ou de um dente “podre” para começar a visita. Isto ajuda a criança a relaxar.
  • O dentista elogia a criança? Elogiar ou oferecer uma recompensa quando a criança fizer algo “bem” ajuda a tornar a visita ao dentista mais agradável.
  • Como é que o dentista lida com problemas? Por vezes, as crianças não se comportam bem durante uma visita. É possível que o dentista tenha que fazer algo para prevenir uma lesão. Nesta situação, a primeira coisa que se deve fazer é falar para a criança com calma e firmeza. Se isto não for suficiente ou for preciso segurar a criança, então você deverá saber de antemão e até mesmo ajudar a resolver a situação. Se acha que o seu filho se vai portar mal durante a consulta, então fale com o dentista para escolher a melhor forma de enfrentar esta situação.

 

Como preparar o seu filho para uma visita ao dentista

Quando o seu filho tiver idade suficiente para compreender o que implica uma visita ao dentista e tiver preocupações ou anseios, então talvez seja boa ideia ajudá-lo a superar a ansiedade. Esta primeira visita pode estabelecer o tom para todas as visitas futuras. Estas são algumas coisas que pode fazer:

  • Fale com o seu filho sobre a visita. Explique o que vai acontecer, mas faça-o de forma simples. Diga-lhe que o dentista vai “contar” e “tirar fotos” aos dentes.
  • Não deixe que o seu filho perceba que você tem algum receio. Não diga que tem medo do dentista ou que não gostou da última visita. Não utilize palavras como “injecções” ou “agulhas”.
  • Fale com o dentista sobre qualquer preocupação que o seu filho possa ter. Colaborem para ajudá-lo a ultrapassar a situação. Por exemplo, se você sabe que o seu filho não gosta de “instrumentos que metem medo”, então talvez o dentista possa mantê-los fora da vista.
  • Procure livros que expliquem como é fazer uma visita ao dentista. Costumam ter imagens para ajudar a explicar o que acontece. Também permitem ao seu filho ver qual o aspecto do interior de uma clinica dentária.
  • Peça ao seu filhos para fazer um desenho da sua boca ou dos dentes para levar ao dentista. O seu filho poderá assim falar sobre isso no início da visita.
  • Não dê recompensas ao seu filho para que vá ao dentista, nem utilize uma visita ao dentista como forma de castigo.

Deixe o seu comentário

Os cookies ajudam-nos a fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a utilização de cookies. Saber mais

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close